RAID: perguntas e respostas 2 Fazer um comentário

 

 

RAID por Software

A grande vantagem do RAID por software é seu custo: nenhuma placa adicional ou mesmo componente onboard faz parte dos seus requisitos. Na verdade, a única necessidade é ter um sistema operacional que dê suporte a essa tecnologia – como o Windows 2000.

Aqui iremos tratar dos conceitos de RAID por software desse sistema operacional da Microsoft pois no Windows 2000 temos dois tipos de discos: básicos e dinâmicos.

Disco Básico: É o disco comum, que é subdividido em partições. Pode ter até quatro partições Primárias (aquelas que dão suporte a boot) ou então três Primárias e uma Estendida. Esta última é subdividida em Unidades Lógicas. Um disco básico não dá suporte a RAID por software.

Disco Dinâmico: Este tipo de disco é de exclusividade dos sistemas operacionais baseados no Windows 2000 (XP e Win2003 inclusos), ou seja, somente esses sistemas operacionais conseguem reconhecê-lo. Um disco dinâmico é subdividido em Volumes ao invés de partições. Nesse caso não há limitações quanto ao número de volumes que podem existir em um disco dinâmico. Com ele podemos criar matrizes de RAID por software.


Como faço para converter um disco dinâmico de volta para básico?

Isso não é possível sem que todos os volumes tenham sido deletados. Portanto, tenha certeza do que está fazendo…


Posso converter meu ZIP drive ou meu disco USB para disco dinâmico?

Não é possível converter discos removíveis para discos dinâmicos. Tampouco o disco rígido de seu laptop ou notebook pode ser convertido para dinâmico.


Convertendo um disco básico em um disco dinâmico:

Selecione o(s) disco(s) a ser(em) convertido(s)…

E finalmente clique em Convert!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *